NUTRIÇÃO NO SURF FEMININO

A nutricionista e surfista Camila Mercali traz dicas de alimentação para o surf na chegada do inverno:

Camila Mercali

Qual a melhor alimentação antes e depois do surf?

Bora se preparar para o SURF!

Não vai deixar de pegar as melhores ondas e ter uma boa remada por falta de uma boa alimentação!!
Com certeza faz toda a diferença entrar na água bem alimentado e fazer a reposição no pós surf para uma boa recuperação muscular e do sistema imune, ainda mais nesse inverno com água gelada e vento sul!

Pensando em garantir um bom fornecimento de energia durante o surf e de forma prolongada, é legal misturarmos alimentos ricos carboidrato com alimentos gordurosos. Aí você escolhe se prefere doce ou salgado!

Alimentação no pré-surf

Aquele velho lanchinho de banana e pasta de amendoim funciona muito bem antes da queda e é fácil carregar. Recomendo o consumo uns 15 minutos antes de entrar no mar. A quantidade de banana vai depender do seu esforço e fome. Pode ser outras opções de fruta também, como manga e abacate (humm abacate com paçoquinha é demais!). No lugar da pasta de amendoim pode ser pasta de amêndoas ou de macadâmia, pode ser coco ralado (fica uma delícia coco ralado fresco com banana ou manga ou laranja!), ou essas oleaginosas inteiras mesmo, castanha do Pará, castanha de Caju, macadâmia, etc.

Se preferir um alimento salgado temos algumas opções: milho verde cozido, pinhão, batata doce, mandioca, fica muito bom com um tomatinho picado, azeite e temperinhos como orégano ou manjericão. Ah nutri, mas pode colocar queijo? Pode sim! Se não te fizer mal, não tem problema nenhum.
Evite o consumo excessivo de pão! O glúten é mais inflamatório para a maioria das pessoas e durante o exercício temos uma maior absorção dos alimentos consumidos antes, então melhor evitar! Mais interessante a tapioca nesse caso. Só lembrando que o alimento in natura tem mais nutrientes do que as farinhas refinadas, por isso é recomendado outros alimentos antes da tapioca.

Alimentação no pós-surf

Já para o pós surf, algum tipo de carboidrato, os mesmos alimentos citados no pré. Sendo que o interessante é sempre variar, na medida do possível colocar um alimento fonte de proteína. Acaba que as opções são mais restritas, mas é possível! Pode ser ovo cozido, ou omelete, queijo como mussarela de búfala, ou queijo meia cura que é mais saudável. Temperados com azeite e orégano, iogurte natural com fruta e granola, uma salada com atum, tomatinho e cebola. Essas são algumas opções, é só se preparar um pouquinho antes!

Se tiver alguma proteína em casa na forma de suplemento, serve também, para esse momento (em torno de 15g de proteína), pode preparar com uma fruta, com açaí.

Quanto mais alimentos de verdade e temperos forem consumidos, mais fácil vai ser a recuperação e manutenção do sistema imune!

Por Camila Mercali, Nutricionista e Coach de Vida.

Insta: @CamilaMercali

TODAS AS ONDAS DE FLORIANÓPOLIS

Conheça aqui as condições ideais para o surf em Florianópolis

O melhor do surf feminino

SURF FEMININO EM FLORIANÓPOLIS

O surfe feminino em Florianópolis cresce a cada ano! Nos últimos anos o número de meninas no mar todos os dias tem sido cada vez maior. E os eventos refletem isso, com cada vez mais encontros, campeonatos e outras atividades.

A presença de mais mulheres no outside é importante porque nos dá mais confiança e incentivo para continuar a se dedicar e evoluir neste esporte tão belo, difícil e gratificante que é o surf.

Há muitas iniciativas de apoio ao surfe feminino em Florianópolis. Desde cursos e escolas especializadas, treinos específicos, workshops, bazares de trocas. A comunidade de surfistas é cada vez maior e aberta às novas surfistas da ilha ou do continente que quiserem se juntar.

JUNTE-SE A NÓS

Faça parte dos grupos de surf feminino de Florianópolis